Previdência Privada: Tabela Progressiva ou Regressiva?

Agora que você já entendeu a importância da Previdência Privada e entendeu a diferença entre o PGBL e o VGBL, o próximo passo é escolher como será o seu regime de tributação, tabela progressiva ou regressiva. Mas lembre-se não é possível voltar atrás na escolha, depois que a opção for feita, não será possível mudá-la.


No regime progressivo, as alíquotas do imposto de renda (IR) dependem diretamente da quantidade de dinheiro retirada nos futuros saques. O IR segue a tabela abaixo (tabela para o ano de 2010). Quanto maior o valor do resgate, maior o imposto a ser pago. É equivalente ao imposto descontado do nosso salário todo mês.


Valor do Resgate (R$)

Alícota (%)

Parcela a Deduzir do IR (R$)

até 1.499,15

-

-

De 1.499,16 até 2.246,75

7,5

112,43

De 2.246,76 até 2.995,70

15

280,94

De 2.995,71 até 3.743,19

22,5

505,62

Acima de 3.743,19

27,5

692,78


Nessa opção, o IR pode ser deduzido. Além disso, é uma boa opção para quem pretende efetuar resgates pequenos ou tem pouco tempo até o início dos mesmos.


No regime regressivo, a alíquota do IR a ser aplicada depende do tempo que você estará acumulando contribuições no plano. Quanto mais tempo de acumulação, menos imposto, seguindo a tabela abaixo.


Prazo de Acumulação de Recursos (anos)

Alíquota (%)

até 2

35

De 2 a 4

30

De 4 a 6

25

De 6 a 8

20

De 8 a 10

15

Acima de 10

10


Nesse caso, o IR não pode ser deduzido. Mas é uma ótima opção para quem pensa em um plano para o longo prazo, principalmente se for superior a 10 anos. Porém, vale lembrar que a alíquota é calculada de acordo com o tempo em que ocorreram cada uma das contribuições. Digamos que você tenha contribuído durante 30 anos e esteja hoje encerrando o plano. Sobre as contribuições dos últimos 2 anos incidirá uma alíquota de 35%. Sobre as que estiverem entre os últimos 2 e 4 anos, de 30%. A alíquota de 10% incidiria sobre as contribuições dos primeiros 20 anos em que você esteve no plano.


Qualquer das tabelas pode ser utilizada tanto no VGBL quanto no PGBL. Ou seja, a escolha do regime de tributação é independente do tipo do plano contratado.


Espero ter esclarecido algumas dúvidas e ajudado a compreender melhor os planos de previdência privada. É muito importante ao chegar para discutir com o corretor ou gerente do banco entender sobre o assunto.


Caso tenha ficado alguma dúvida ou tenha alguma sugestão, mande-nos um email ou deixe seu comentário!


Rafael Rocha

6 comentários:

  1. Gostaria de confirmar a informação sobre os resgates abaixo de 1500 reais. Tenho um PGBL progressivo e estou pensando em fazer resgaste me livrando do IR. Posso sacar de quanto em quanto tempo 1499 reais? Não pagarei mesmo IR? Li em outros sites que se paga 15% de imposto de qualquer jeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pagará os 15% de imposto na fonte,e pode ir fazendo os saques até o limite do imposto.Se essa for sua única renda no mês,fazendo a restituição no ano posterior você irá reaver esse dinheiro.

      Excluir
  2. Rafael Rocha - BRV Investimentos9 de março de 2011 21:19

    André,

    Só lembro que esse limite de R$ 1500 (que hoje não é mais esse, é mais alto que isso, procure no site da Receita Federal a tabela progressiva atualizada) se aplica ao somatório de todas as suas rendas no mês. No caso do resgate do seu plano ser a sua única renda, você ficaria realmente isento do imposto de renda. Porém, possuindo mais fontes de renda, o somatório delas todas é que precisa ser aplicada a tabela.

    Espero ter ajudado, qualquer dúvida basta perguntar.


    Abraço
    Rafael Rocha

    ResponderExcluir
  3. Na tabela regressiva você diz "quando encerrar o plano". Isso significa se você quiser tirar todo o dinheiro dele, correto?
    Mas se for o caso de se aposentar? Você vai receber uma quantia mensalmente. Como é então calculado? Tanto no regressivo quanto no progressivo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos Pommer tenho a mesma dúvida. Vc obteve resposta do seu questionamento acima?

      Excluir
  4. Boa tarde,
    Tenho uma dúvida poderia me ajudar?
    Atualmente tenho dois planos contratados de previdência Júnior VGBL.

    1º Plano tem 4 anos de contribuição com mensalidades de + ou - 60,00 - progressiva
    2º Plano contratei recente se iniciou em novembro/12 valor mensal de 60,00 - recressiva

    A minha dúvida seria o seguinte:

    Em qual plano devo ficar, pois a idéia é que meus filhos resgatem somente aos 21anos de idade

    1º plano - filho com 7anos agora
    2º plano filho com 7meses

    Para qual plano devo ir, sabendo que o progressiva é deduzido 15% do rendimento quando for resgatar e ja o regressiva é dependendo dos anos....


    Poderia me ajudar nesta questão.

    At


    Sergio

    ResponderExcluir